Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Vítimas da pós-modernidade

Nós, pensadores, ao observarmos os pós-modernos, atarefados nos seus múltiplos afazeres, sentimos que devemos lançar um anátema vigoroso para colocar ordem na casa. Mas com que direito podemos representar o papel de juiz, nesta ânsia de encontrar algo mais elevado? Não seremos nós também vítimas da pós-modernidade? Eu mesmo, constantemente empenhado na fuga, sou esmagado de regresso a este estado de confusão; por mais que corra, sinto as pernas cansadas e quase rendidas a este céu cinzento.

Quanta aspiração podemos suportar? Como podemos desejar que a humanidade se torne mais forte, quando, na realidade, ainda não existe «humanidade», mas apenas fragmentos de homens descontentes e empenhados em encontrar a felicidade? Vivemos rodeados de simpáticas criaturas que não merecem ser criticadas, e assim, para podermos ver bem, precisamos de abandonar os afáveis pós-modernos. Lancemos as nossas esperanças para épocas mais longínquas.