Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Sínodo dos Bispos

Constituído a 15 de Setembro de 1965 pelo papa Paulo VI, o Sínodo dos Bispos é uma instituição permanente criada em consequência dos desejos dos eclesiásticos do Concílio Vaticano II, com o objetivo de manter vivo o espírito nascido da experiência conciliar.

Refira-se que um sínodo é, em termos básicos, uma assembleia de bispos representativa do episcopado católico que tem como missão auxiliar o Santo Padre no governo da Igreja.

Já antes do Concílio Vaticano II surgira a ideia de criar uma estrutura que proporcionasse aos bispos meios para assistir ao Pontífice. Foi Paulo VI, ainda como arcebispo de Milão, quem deu força a estas ideias, fazendo referência a uma "contínua colaboração do episcopado, todavia não efetiva, que permaneceria pessoal e unitiva, mas que teria a responsabilidade de governo da Igreja Universal".

Já eleito papa, voltou a referir o mesmo conceito em diversas ocasiões, designadamente durante o Concílio Vaticano II. Por fim, no discurso inaugural da última sessão do Concílio, a 14 de Setembro de 1965, tornou pública a intenção de instituir o Sínodo dos Bispos.

No dia seguinte, no início da 128ª Congregação Geral, o secretário-geral do Concílio promulgou a Apostolica sollicitudo, com a qual seria oficialmente instituído o Sínodo dos Bispos.