Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Paralisia do Sono


Acordamos no meio da noite aterrorizados. Algo pressiona o nosso peito de forma esmagadora. O que é? O que se passa? Quem é esta entidade misteriosa que nos assalta nas sombras, como que vinda do inferno para nos assombrar? Quem ousa entrar nos nossos domínios como um grotesco salteador? Quem és tu, monstro das sombras, imperador das trevas? Porque me dominas desta forma? Acaso não sou eu um filho da claridade?

A paralisia do sono é um distúrbio do sono horroroso. É uma condição recorrente, que afecta muitas pessoas debaixo do Sol. Talvez seja um distúrbio do sono que encarna os nossos mais tenebrosos pesadelos, talvez a ditadura das trevas, quem sabe. O certo é que aflige, pelo menos uma vez na vida, metade dos seres humanos.

Sentimos o nosso corpo paralisado, como se o próprio diabo se tornasse o nosso soberano. Não conseguimos respirar, não conseguimos nos mexer. O que se passa? Calma, meus nobres irmãos. Nada de mais é do que uma condição fisiológica. Nada temos a temer, pois não?... Ó deuses do Olimpo, que a vossa sabedoria tome conta de mim! Não, nada há a temer. A paralisia do sono é algo do corpo e só do corpo. Nada existe para além do corpo, assim me suspirou, outrora, a vida ao ouvido.

Meus amigos, pacientes deste longo e lento processo da noite, nada tendes a temer. Eu estendo a minha sabedoria para vós, tal como o Sol estende a sua luz para a Terra. A paralisia do sono, essa senhora feia, gorda e deformada, não me atemoriza. Por longos períodos eu dominei o submundo, outrora eu me aventurei no reino da escuridão, e agora venço e supero esses medos medíocres. Acreditai em mim, ó filhos do Deus cristão, nada tendes a temer!

Imaginemos a seguinte situação: um grotesco e sombrio ser caminha lentamente pelo vosso quarto a altas horas da madrugada. Todo o inominável toma conta da vossa vida, lançando escuridão, tristeza e lágrimas sobre o vosso sublime reino. Este ser é a paralisia do sono. Mas nada tendes a temer, herdeiros da luz e da morte do divino. Eu vos asseguro, este ser é ilusão e certamente que não existe nesta vida passageira e impermanente. Tudo isso é apenas fruto do vosso cérebro, uma fantástica criação da vossa complexa e colorida mente. Acreditais em mim? Acreditai, pois eu sou a encarnação da verdade.

O que é então a paralisia do sono? Nada mais que engano, erro, tal como a vida nada mais é do que engano, do que erro. Tudo isso se move pelas sombras, tudo isso é vergonha e um egrégio fim das nossas convicções. Quem ainda se aventura a acreditar nesse detestável ser? Acreditai em mim, meus irmãos. A paralisia do sono é apenas uma criação do vosso único orgulhoso ser: o vosso corpo.

Agora vós, criaturas que acreditais no espiritismo como a chave deste mistério. Vós sois apenas seres descontentes, odiosas sombras que odeiam o corpo. Pois a paralisia do sono é apenas algo de corpo, não de algo superior ou inferior ao corpo. O nosso corpo é a vida e é a morte. Pois então, porque vós defendeis o espiritismo, essa horrível doutrina de canalhas e tristes? A vós, soldados do espiritismo, eu lanço um vigoroso anátema! Não sois os meus discípulos, não sois os homens que eu amo. Sois mentirosos, fantasmas e destruidores de homens!

Agora sabeis o que é a paralisia do sono? Pois tudo está resolvido. Em verdade vos digo, esta condição tenebrosa é apenas algo do corpo. Nada tendes a temer, habitantes do Olimpo. Eu vos protejo com a minha sabedoria, tal como uma leoa protege as suas crias. A partir de agora vós sereis conquistadores do medo e destruidores da ilusão. A partir de agora nasce uma nova verdade, uma verdade mais dura e mais terrena. O que é então a paralisia do sono? É algo que não deveis temer!

Lançai sobre toda a vossa tristeza um mar de alegria! Onde está o vosso sorriso perante toda a sombria realidade? Porque chorais, porque lançais a vossa cabeça em direcção ao chão? Ó meus irmãos, eu vos trago um novo presente: a alegria, a mais alta alegria! Agora vós sabeis que o sofrimento provocado pela paralisia do sono é apenas erro, engano, ilusão, uma detestável mentira que corroeu o vosso ser. Nada tendes a temer, meus amigos. Lançai sobre a paralisia do sono uma longa e maravilhosa gargalhada! Eu vos introduzo no reino da alegria, tal como uma bela mulher introduz um homem no sentido da vida. Olhai para essas altas montanhas que eu conquistei: essas montanhas são o vosso alívio e alegria no meio de todo o sofrimento!

E agora, com esta sabedoria que eu depositei no vosso coração, vós sofreis a paralisia do sono com uma indescritível alegria. Agora esta desconhecida condição tornou-se vossa conhecida, tornou-se em alegria e em sorrisos matinais. Agora nada mais tendes a temer. Agora sabeis a verdade: a paralisia do sono é algo do corpo, e todo o corpo é movimento, é criança e quer dançar! Meus distintos amigos, agora nada mais tendes a temer.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.