Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Ordem do Tosão de Ouro

Uma das grandes criações do século XV é a Ordem do Tosão de Ouro, instituída em janeiro de 1430, aquando do casamento em Bruges de Filipe, o Bom, duque de Borgonha, com Isabel de Portugal. Muito próxima da Jarreteira, que Filipe havia declinado em 1422, a Tosão de Ouro alarga muito mais as obrigações dos membros para com o soberano da Ordem. A motivação desta fundação é decerto e em primeiro lugar a cavalaria - o nome da Ordem faz referência a Jason e aos seus companheiros - e o cristianismo, na tradição dos Valois de Borgonha, que se cruzaram contra os Turcos, em 1396, e renovarão esse voto em 1454 (o voto do Faisão). A referência a Jason incomoda aliás o primeiro chanceler da Ordem, o bispo de Nevers Jean Germain, que descobrirá na Bíblia um outro Tosão como referência, o de Gedeão. Mas a motivação é em primeiro lugar política: o ideal arturiano da Távola Redonda, de uma fidelidade jurada sobre os princípios da cavalaria, favorece o duque de Borgonha, à frente de Estados desmembrados e sem coerência política, da Borgonha à Holanda.