Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Nietzsche e o Cristianismo

Segundo Nietzsche, o Cristianismo é a maior desgraça da humanidade, uma religião incapaz de gerar grandes homens, uma religião que odeia o género humano. Ao apontar o dedo aos senhores, o Cristianismo contribui para a decadência do tipo homem, utilizando instrumentos imaginários como o «pecado» e o «inferno» para domesticar todos aqueles que seguem a sua vontade de potência. Só os humildes, os últimos, os cobardes, os desgraçados são tidos em conta, e através destes, que são a grande maioria, os sacerdotes cristãos alcançam o seu objetivo: o poder. Este platonismo para o povo, diz Nietzsche, imagina um «Reino dos Céus» onde a vontade de potência dos impotentes será finalmente saciada. Esta religião oferece um escape para o ressentimento dos escravos e para a sua dor existencial, o que explica o seu grande sucesso na Roma Antiga junto desses mesmos escravos e da plebe. Nietzsche também critica os protestantes ainda mais do que critica os católicos, porque, segundo o filósofo alemão, quanto mais liberal e mais perto da Ciência um cristão estiver, menos se aceita a sua preferência por esta religião.