Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Marqueses de Alegrete

Foi primeiro marquês D. Manuel Teles da Silva (1641-1709), que no conflito palaciano que opôs os partidários de D. Afonso VI aos de D. Pedro II, alinhou por estes últimos, vencedores da contenda. Por isso, recebeu do novo rei diversas honrarias, tendo chefiado a missão que se deslocou a Heidelberga para trazer D. Maria Sofia de Neuburgo, futura rainha de Portugal. Por este motivo foi agraciado com o título de marquês em 19 de agosto de 1687. O quinto marquês, D. Luís Teles da Silva Caminha e Meneses (1775-1828), notabilizou-se na vida militar, tendo alcançado o posto de coronel. Acompanhou a família real na retirada para o Brasil e logo em 1811 foi nomeado governador da província de São Paulo e, mais tarde, de Rio Grande do Sul. Incentivou o desenvolvimento da povoação de Aparecidos, que mudou o nome para Alegrete. Por ocasião da Guerra de Montevideu, recebeu ordem para combater o inimigo, saindo vencedor da batalha que colocou termo à guerra, em 1817. Poucos anos depois regressou com D. João VI à metrópole e foi nomeado par do reino em 30 de abril de 1826. Foi também gentil-homem da Câmara de D. João VI, grã-cruz da ordem de Torre-e-Espada e comendador das ordens de Cristo e de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa. Em 2000, o título de marquês de Alegrete pertencia a D. Fernando José Teles da Silva Caminha e Meneses, também representante dos títulos de marquês de Penalva, marquês de Terena, conde de Bertiandos, conde de Tarouca, conde de Vila Maior e visconde de São Gil de Perre.