Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

Kernunnos


"Uma das figuras mais típicas do panteão céltico era o deus cornudo, Kernunnos. Kernunnos era o soberano da natureza, governava a vegetação e os animais. Mas passava metade do ano no mundo subterrâneo, no reino das trevas, onde reinava com a sua esposa, a deusa-mãe. Ao cabo de seis meses, acontecia-lhe uma incómoda aventura: a esposa enganava-o com Esus, o deus destruidor. Então Kernunnos voltava à superfície da terra onde fazia renascer a vegetação e multiplicarem-se os animais. Era neste momento que lhe nasciam na cabeça cornos semelhantes às armações dos veados. O leitor adivinhou que reside aqui a origem dos galhos que a tradição popular atribui aos maridos enganados. Na estação má, Kernunnos recuperava a esposa, perdia os cornos e regressava ao mundo subterrâneo. A terra ficava nua e despojada dos seus ornamentos. Permanecia vazia e desolada até ao regresso dos dias bons."

O Homem e a História - Dossiers, Os Celtas, p. 86