Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

A Destruição de Jerusalém

No ano 70 d.C. o general Tito (futuro Imperador) destruiu por completo Jerusalém, incluindo o seu Templo (hoje só resta uma parte desse templo, o Muro das Lamentações). Com os tesouros tomados pelos Romanos do Templo, e com as receitas da venda dos escravos feitos durante essa guerra, o Imperador Vespasiano lançou um grande projeto: a construção do Anfiteatro Flaviano (Coliseu de Roma). Mais tarde, em 135, o Imperador Adriano, numa nova guerra, expulsou os judeus da província romana da Judeia, e assim ficaram os judeus sem Estado até 1948, altura em que Israel foi fundado. A destruição de Jerusalém por parte de Tito e Adriano foi algo de extremamente importante para a História Universal. Na minha opinião, esses dois momentos (anos 70 e 135) foram os grandes impulsionadores da ascensão do Cristianismo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.