Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo Interessante

Mundo Interessante

A Crua Realidade

Ao olharmos para a realidade, com os olhos bem abertos, vemos o perpétuo devir e a luta de forças que a caracteriza. A realidade não sabe o que é descanso ou permanência. Ela é crua e está sempre aí, quer queiramos quer não. Não podemos suspender a realidade, estamos vivos e caminhamos em direção à morte. Durante o tempo que existimos, um tempo muito curto, somos rodeados de todos os lados por uma contínua incitação à reação e à ação. Estamos aí no mundo, lançados na vida sem escolha. Temos que escolher o nosso próprio destino, dada a ausência de sentido do viver. Talvez a maior amargura dos homens seja a frustação perpétua que significa o estar vivo. Realizamos desejos, mas estes continuam sempre a vir, sempre a nascer, o que significa que a existência humana são uns eternos vir-a-querer-ser e vir-a-querer-ter. Não existem pausas, a realidade é dura, é indiferente às nossas aspirações e até mesmo indiferente ao nosso nascimento e falecimento. Pura e simplesmente, não existe fuga possível à crua realidade, a não ser a morte.